Cabeça de Tanque

abril 16, 2008

Minha cabeça é um tanque de pensamentos.
Pensamentos de bicho, de animal selvagem.
Sou selvagem!
É inevitável que eu seja selvagem, afinal de contas eu ainda penso.
Penso na vontade, penso na verdade, penso no prazer e na fome. Penso que sou, pois se não, um cabeça-tanque de pensamentos.
As coisas fluem com naturalidade, inevitavelmente com naturalidade.
Da mesma maneira que a natureza derruba água dos céus, ela derruba estímulos para eu pensar.

Penso que posso, e falo que penso.

Rafael Furtado Camargo

Anúncios