Nowhere Fool

julho 31, 2007

Quando tudo parece estar indo tão bem, meu mundo desaba, coisas voltam a ser ruins como eram, como não eram a cinco minutos atrás. A saudade, o vazio, a nostalgia; uma mistura de sentimentos que me remetem a tempos nevoados, frios (como o dia de hoje), difíceis e solitários. Sinto falta de pessoas que nem se quer conheci, falta de pessoas que por muitas vezes estiveram – ou não literalmente – na minha madrugada.

Gostaria de ter com quem compartilhar essas horas que, por muitas vezes, são tão agradáveis. Alias, só não são quando me bate essa sensação de solidão, de frio, de carência.

Queria poder recitar meus versos à altura do ouvido de uma moça. Cantar e tocar um samba, deitar ao colo e rir pensando na vida. Rir com alguém, e não mais rir sozinho. Rir de como eu sou um tolo apaixonado e de como um dia eu já sofri por estar sozinho. Mentira.dsc02243.jpg

Meu mundo desabou agora, a música ficou lenta e minha mão congelou por não ter uma outra mão para esquentá-la, ou cabelos compridos para ocupá-la. É assim que meu reino de poses despenca, com uma simples nota dissonante, um acorde dominante com dissonâncias cromáticas e diatônicas. Com todos os ciclos diminutos.

E eu não posso culpar ninguém além de mim, que nasceu exigente demais. Um tolo. Um tolo que só queria um colo. Um trovador mudo e analfabeto.

Bar do Carlão

julho 30, 2007

Hoje o som no bar do Carlão foi 10. Um orgasmo geral! haha!

Seguem algumas fotos do que foi. Num próximo post, coloco as outras fotos.

4pkf3bt.jpg

6as6l1u.jpg

62n7lti.jpg

6ew76tl.jpg

67fqjxk.jpg

52gavs9.jpg

Todas as fotos por: Sara

Se quiserem as fotos maiores:

1. http://i17.tinypic.com/52gavs9.jpg
2. http://i19.tinypic.com/67fqjxk.jpg
3. http://i12.tinypic.com/6as6l1u.jpg
4. http://i10.tinypic.com/4pkf3bt.jpg
5. http://i15.tinypic.com/6copvvd.jpg
6. http://i13.tinypic.com/6exwpkh.jpg
7. http://i10.tinypic.com/61vvyiv.jpg
8. http://i13.tinypic.com/630xqoj.jpg
9. http://i12.tinypic.com/62n7lti.jpg
10. http://i13.tinypic.com/61nrsqa.jpg
11. http://i16.tinypic.com/61yh0yo.jpg
12. http://i9.tinypic.com/6ew76tl.jpg

Doce Madrugada

julho 28, 2007

Na madrugada eu vivo
Pensando
Criando
Brincando de Deus

Na madrugada vivo
Minha doce solidão
Em meio a arte
Filosofias vãs
Em meio as cordas grossas
Da minha libertação

A cada dia que passa
Mais eu vivo da noite
Mais meus pulmões tornam-se
Coisas gritantes

Ouço louco poetas loucos
Enxugo cada verso derramado
Dentro de cada orelha
Perante a luminosidade escura
Da minha doce madrugada
Cada vez mais nua e crua

Na madrugada tento
Mais e mais
Perder-me em meio
Aos loucos desvairados
Artistas malabaristas
De lona, palco e chão

A cada dia que passa
Mais eu vivo da noite
Mais meus pulmões tornam-se
Coisas gritantes
Mais torço para que você
Querida
Possa fazer parte das minhas noites
Aconchegante, Macia, Bela
Como deve ser
Me inspirando
Lhe alisando
Longe das paranóias

Na minha doce madrugada

Da moça bonita..

julho 27, 2007

“Beijo e abraço de quem está só… e se perderá no topo da vida, em dias de felicidade. O único motivo que falta para transformar minhas vontades em plena satisfação é a companhia daqueles que amo. Porque esta liberdade e vontade está somente em meu coração. Porque tenho que sair assim, sozinho? Gosto de estar só, e amo dividir até mesmo tortas de maçã…”

Vanessa Herrera

Eden

julho 25, 2007

Quem dera
Se a ilusão não fosse tanta
A vontade de sentir o teu peito arfar
Se tua tranqüilidade e energia
Não puxassem pra ti minha lucidez.

Eu
Que vivo perdido
Entre o balançar de tua dança
Entre cenas e romances
Atuando doces ilusões.

De que lugar surgiu tamanho carinho?
Essa enorme, e um tanto quanto catastrófica,
Vontade de ser teu?

Lembro-me de teus cabelos curtos – Que linda!
Tão bela quanto a música – Minha vida!
Meiga e desconsertante – Como criança!

Perfeita
Proibida
Como botão de rosa.

rosa3.jpg

julho 24, 2007

Estou envelhecendo. Muitos podem achar um exagero um cara de 17 anos dizer que está envelhecendo, mas não é exagero nenhum. Todos envelhecem. Percebemos isso.

As vontades mudam, os gostos mudam, o cabelo e a “barba” muda. Toda nossa técnica muda. Não tocamos igual, nunca.

Minha vista está ficando cada vez mais embaçada, e é verdade. Logo mais devo começar a usar óculos, e devo envelhecer ainda mais.

Quero viver amores e paixões, escutar coisas novas e velhas, viajar, conhecer pessoas. Quero ser deixado e ser querido; quero aprender a cantar e a compor. Quero sentir a pele, valer a pena e não sair de cena.

Sinto não conseguir mais enxergar àquele velho banco, na praça, onde as pessoas do teatro se reunem para 15 minutos de pausa das encenações, enquanto eu bebo uma cerveja, toco violão e forço para tentar enxergar a corja.

Essa vida as vezes me cansa; sonhar sempre em ser um herói cansa. Imaginar, realizar – ou não realizar – cansa.

Agradeço meus poucos amigos. Só sou feliz por causa deles.

Ideal de viajar…

julho 24, 2007

Estou com um anceio por viajar. Mudar um pouco de ares, relaxar, me desligar.  Me desligar um pouco desse mundo, de Ubatuba, das pessoas, das bandas, do “trabalho”.

Preciso me acalmar e me desintoxicar. Estar comigo mesmo, para pensar. E depois, conhecer algumas coisas novas.

Vamos viajar?